quarta-feira, 7 de novembro de 2012

VOLTEI!!!!!!!!!!!!

Sorry povo!
Sei que sumi e não existe desculpa para isso.
Mas... sabe quando acontece tudo de uma vez? Bem foi isso que aconteceu.
Ainda não consegui nem falar sobre a viagem para Paris e isso já fez 4 meses.
Bem, se alguém quiser dicas sobre Paris me envia uma mensagem. Kkkk
Mas vamos ao que interessa.
Novidades mil em minha vida e eu ADORO!
A mais importante de todas é que encontrei o amor da minha vida!
Sim. Sei que parece muito cedo para falar isso...
Mas esse é o meu atual sentimento. Todos meus amigos já conhecem o bofe, mas como eu ainda não pedi autorização para falar o nome dele aqui, acho melhor apenas chamar ele de bofe/paixão.
São 3 meses muito intensos e felizes. Nunca imaginei que encontraria alguém tão parecido comigo. MEDO!
Bem, depois coloco mais infos sobre ele e todas os detalhes.
Passados apenas 3 meses do fim do tratamento achei o amor da minha, incrível certo?
Achei que só isso já seria o suficiente para balançar minha estrutura.
Ledo engano!
Mês passado, no meio desse turbilhão todo, sai do meu emprego.
Foi o trabalho que me manteve mentalmente estável durante todo o tratamento e agora que terminei o tratamento entrei em crise com o bendito do trabalho. Claro!
Então me encontrei, sem emprego, com um namorado novo e ainda em acompanhamento médico. Morrendo de medo de perder o convênio médico e não saber o que fazer durante o tratamento.
Mas não é que tudo se encaixa?
Essa semana comecei em um emprego novo, onde tenho a forte impressão, que vou ser muito feliz.
Não tem jeito AMO o terceiro setor e a causa da infância. Vou ser a pessoa mais clichê do mundo... mas sim, o futuro do país está nas mãos das crianças. Todas deveriam ter seus direitos garantidos e uma infância feliz.
Hoje posso falar de boca cheia, sim eu ajudo milhares de crianças! E me orgulho muito disso.
O que eu quero com o post de hoje?
Mostrar a vocês que tudo tem jeito. A tristeza faz parte da vida, mas acho que é nossa obrigação lutar pela felicidade.
Não podemos desistir ou nos curvar, porque no fim o que importa é ser feliz.
Hoje eu sou resultado de tudo que aprendi na escola, em casa, com os amigos, com amores... Resumindo, com a vida!
E me orgulho tanto disso. Levanto a cabeça para dizer, ajudei meus pais, estive ao lado do meu irmão, superei um câncer, encontrei o amor da minha vida e depois de tudo isso consegui um novo emprego.
Olhando para frente sempre sei que vou chegar longe e vocês também!

Um comentário:

  1. É isso ai, moça: 'keep walking'!!! :-D
    Bjs

    ResponderExcluir